Blog

O poder das Afirmações Positivas

As afirmações positivas entraram na minha vida há aproximadamente 3 anos quando fiz um Processo de Coach. Até aí tinha ouvido falar nisso mas sinceramente nunca entendera muito bem a coisa…

Ora, a minha Coach era (e é) super fã das afirmações positivas e deu-me logo como trabalho de casa, escrever uma certa afirmação (para aumentar a confiança em mim própria) 30 vezes durante 21 dias. Podes pensar “oh, 30 vezes escreve-se bem”. Até poderia concordar contigo, só que não. Quanto mais uma afirmação me deixa desconfortável mais eu consigo boicotar a coisa. Ou é a caneta que falha, o bico do lápis que se parte, o pulso que me dói ou adormecer a meio das frases. Aconteceram-me todas. Ainda hoje me acontecem algumas (sobretudo o pulso doer-me, logo a mim que escrevo tanto).

Normalmente, quando boicoto muito uma coisa sei que é por medo, logo, como sou teimosa que dói, quanto mais medo tenho, mais é garantido que vou fazer aquilo. Por isso continuei com as afirmações (até porque era trabalho de casa e certinha como sou não falho um) e o resultado foi aparecendo. Foi mágico e apareceu da noite para o dia? Claro que não! Se alguém te tentar vender uma fórmula mágica foge, deve ser veneno.

Aos poucos fui começando a achar piada às afirmações positivas. Sobretudo porque li sobre o assunto, conheci o trabalho da Louise Hay que acredita profundamente no poder das afirmações, e fui começando a usá-las no meu dia-a-dia. Nem sempre escrevo 30 vezes durante 21 dias (só quando a coisa está agreste ou quero ver uma mudança mais rápida) mas tenho post it’s com afirmações em sítios estratégicos. Mas mais importante que isso mudei a maneira como falo comigo própria. E acredita, isso é tremendamente MÁGICO (e transformador!).

Vejamos… Já paraste para ouvir o teu discurso interno? A maneira como falas contigo própria? Lanço-te esse desafio. Ouve-te e vais ver que há frases que repetes mais do que outras. É o teu crítico Interno. E se duvidas do poder das afirmações pergunto-te. “Quanto acreditas no que o teu crítico interno te diz?”

Há alguma frase que te digam que te faça saltar a tampa? As afirmações têm poder.

Há algo que tu acredites que não consegues fazer porque está sempre em loop na tua cabeça “não consigo fazer isto”? As afirmações são poderosas.

E agora pergunto (a Coach dentro de mim que amaaaa fazer perguntas haha) se as afirmações negativas têm poder, tanto que bloqueiam a tua vida, quão gigante será o poder das afirmações positivas?

Há uns tempos li a fábula sobre os dois lobos (se não conheces lê aqui) e nunca mais me esqueci… No final do dia o lobo que vence é aquele que tu alimentas. Então qual é o lobo a que escolhes dar mais paparoca da boa? As afirmações positivas são o alimento que eu escolho dar ao meu lobo fofinho. São a maneira que tenho de dizer ao meu crítico interno “Eu oiço-te e agradeço-te, mas escolho pensar diferente.”

E para as mais céticas: as afirmações positivas são uma questão de mindset. O teu subconsciente acredita naquilo que ouve repetidas vezes. Torna-se uma verdade absoluta. Durante muito tempo eu tive como verdade absoluta que era uma pessoa pessimista porque dizia isso a todas as pessoas que me quisessem ouvir. E a mim, 3574 vezes por dia. Dizia-o a mim mesma desde que me lembro de ser gente. Porque houve alturas da minha vida em que o fui, e transformei algo momentâneo em algo duradouro. Engraçado o que o ser humano faz a si próprio, hein?

Então, sabendo isto, que acreditas naquilo que dizes e naquilo que pensas, somente resta uma questão.

EM QUE ESCOLHES ACREDITAR?

Podia dizer-te que despendes a mesma energia quer os pensamentos sejam negativos ou positivos, só que não. As afirmações negativas já são repetidas há muito tempo (é mais fácil quando apanhas uma nova) e por isso já são um hábito. Boas notícias! Um hábito novo demora 21 dias a ser implementado! Mas retomando…como são um hábito é menos fácil, tens de estar atenta (sobretudo ao início) e sempre que vem um pensamento negativo, diz a frase positiva.

Existem imensas frases feitas que podes ver em inúmero sítios mas eu pessoalmente acredito que a tua própria afirmação positiva tem muito mais poder.

A única coisa que tens de fazer é:

Começar com “Eu, o teu nome, e o verbo no presente” como se já fosse uma realidade. Porque vai tornar-se realidade. Inicialmente o teu cérebro acha estranho porque é uma tremenda mentira e o tipo é esperto, mas com o tempo…bem…com o tempo acreditamos em tudo. Haha e é quando acreditamos que se torna possível!

Vê bem, tornei-me uma pessoa otimista. Quão mágico é isso?! A minha afirmação, ainda hoje é “Eu Cláudia, sou uma pessoa otimista. Estou rodeada de pessoas otimistas e irradio confiança em todas as áreas da minha vida” (não precisa ser tão grande mas quanto mais completa é, mais te tira da zona de conforto, logo, melhor é).

Se é algo que te é extremamente difícil usa os 21 dias x 30 (21 sem falhar nenhum, ou começas de novo…é lixado mas, é a vida) e sempre que te vier o pensamento negativo durante o dia, saca da tua arma secreta. Mesmo depois dos 21 dias é provável que ainda apareça, tranquila. Para isso vais ter de estar atenta aos teus pensamentos sim. Não te recrimines, simplesmente aceita e usa a afirmação positiva. Nada mais.

Ah! Última dica. Foca-te numa afirmação de cada vez. Claro que deves usar frases afirmativas em vez das negativas para tudo na tua vida “Não me posso esquecer ” para “Escolho lembrar-me”, “Estou cansada” para “Sinto energia”, “Este dia vai ser uma treta” para “Este dia está a ser fantástico”, mas aquela que é o teu calcanhar de Aquiles, essa, a escrita, faz só uma de cada vez. Acredita que já te vai dar água pela barba (nunca percebi esta expressão, nós mulheres nem temos barba mas ok, foi o que saiu).

E é isto. Resumindo tudo:

 

Alimenta o lobo bom

 

Evita as frases negativas e a palavra não

 

Ouve os teus pensamentos com atenção (sê polícia mesmo)

 

Usa sempre afirmações positivas

 

Encontra aquele pensamento limitante que te chateia a valer, transforma-o numa frase positiva e escreve-a 30 vezes, durante 21 dias.

Se precisares de ajuda com a tua afirmação ou quiseres partilhar comigo os resultados estrondosos que tiveste, terei todo o gosto em saber 🙂

Um beijinho cheio de sol,

Cláudia

Quizz gratuito

Como está o meu Amor Próprio?